2022 já começou! E com ele, um ano cheio de oportunidades.  

2021 não foi fácil, todos tivemos que nos adaptar com novas rotinas, regras sociais e muito autocuidado.   

 Em 2022, apesar da cautela, teremos a chance de renovar nossos sonhos e realizá-los! E a Coralon está aqui para te acompanhar e participar de um muito especial: a compra do imóvel dos seus sonhos! 

 

Tipos de financiamento

 Antes de pensar em financiar um imóvel, é preciso compreender o processo. Você sabia, por exemplo, que existem 2 tipos diferentes de financiamento imobiliário? Sim. São o financiamento por Tabela Price ou SAC, e a principal diferença entre os dois está na modalidade de pagamento das parcelas, mas essa diferença é fundamental para o seu planejamento. Por isso, vamos explicar tudo tim-tim por tim-tim!

 

Tabela Price

O financiamento por Tabela Price é, talvez, o mais conhecido. Nele, subtrai-se o valor da entrada do valor total do imóvel, aplicam-se as taxas e juros sobre o valor restante e divide-se pelo número de parcelas. 

 Com a Tabela Price todas as parcelas possuem um valor fixo desde o início até o fim do financiamento, salvo correção anual de juros e inflação.

 

Sistema de Amortização Constante (SAC)

O SAC, por outro lado, possui parcelas de valor mais alto no início do financiamento, mas vão caindo pouco a pouco a cada mês. 

 Dessa forma, as parcelas do fim do processo possuem um valor muito menor, deixando o orçamento mais folgado para outros investimentos.

 É importante cuidado para escolher entre os dois tipos. Afinal, tudo depende muito do seu planejamento financeiro e do seu orçamento mensal. E por falar em orçamento, é hora de descobrir como economizar o valor da entrada.

 

Como economizar para dar uma boa entrada

Um dos maiores medos de qualquer um que está se preparando para o primeiro financiamento é a entrada. Geralmente, todo financiamento exige pelo menos 20% do valor do imóvel como entrada. Entretanto, é bom ter em mente que quanto maior a entrada, menor os juros e o número de parcelas.

 Mas em uma realidade onde juntar os 20% já é difícil, como fazer para ter a quantia necessária e garantir seu primeiro imóvel? Bom, alternativas não faltam. 

 É possível aproveitar programas de subsídio do governo como o Casa Verde e Amarela e até utilizar parte do seu FGTS para complementar o valor da entrada.

 Outra opção é realizar um bom planejamento financeiro, o que te permite não apenas economizar o valor necessário para a entrada, mas também se programar para alocar o valor das parcelas no seu orçamento.

 Um planejamento financeiro pode ser feito com a ajuda de um contador profissional, ou com uma planilha de ganhos e dividendos. É preciso anotar tudo o que entra e sai mensalmente no seu orçamento. 

 Assim, é possível identificar gastos supérfluos e desnecessários, realizar cortes e traçar estratégias para economizar mais dinheiro em menos tempo.

 

Como escolher o imóvel perfeito

 Bom, para começar, tudo depende do seu estilo de vida. É preciso encontrar um imóvel que comporte o tamanho da sua família, tenha uma boa localização e te ofereça conforto e comodidade para o cotidiano. 

 O tempo de trajeto da casa até seu trabalho ou a escola das crianças, por exemplo, é um fator importante, mas que muitas vezes é deixado de lado.

Condomínios e residenciais são, geralmente, construídos em boas localizações, próximos de comércios, serviços e transporte. 

 Além disso, também oferecem segurança e diversas opções de lazer sem precisar sair de casa, o que por si só já contribui muito para a qualidade de vida do morador. As casas, por outro lado, oferecem mais liberdade e, geralmente, mais espaço.

 Independentemente do tipo de imóvel escolhido, é importante lembrar de comparar as simulações de financiamento em diferentes bancos. Dessa forma, você garante a realização do seu sonho em menor tempo e com economia!

 Viu só? Você também pode realizar o sonho da casa própria em 2022! Compartilhe esse artigo com seus amigos e mostre como eles também podem ter um ano repleto de conquistas.